Ensino da evolução, ônibus sustentáveis e espécies extintas

No programa desta semana, o professor Nélio Bizzo, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), conversa sobre um  levantamento feito em parceria com a Universidade de Pádua, na Itália, que comparou a educação científica de estudantes do ensino médio brasileiros e italianos e seu conhecimento sobre a teoria da evolução. O estudo sugere que a precária formação científica dos estudantes do país os leva a recorrer a sua bagagem cultural e religiosa para explicar a evolução dos seres vivos e a origem da espécie humana. Isso não se observa entre os italianos, que recebem uma educação científica mais sólida. O engenheiro Wanderlei Marinho, membro do Comitê de Veículos Elétricos e Híbridos da Sociedade de Engenheiros da Mobilidade (SAE, na sigla em inglês), fala sobre o Dual Bus, um ônibus que funciona como trólebus, veículo elétrico ou híbrido mantido por baterias recarregadas por um pequeno motor a diesel. Ainda nesta edição, o paleontólogo salvadorenho Juan Carlos Cisneros,

Fonte: Ensino da evolução, ônibus sustentáveis e espécies extintas

Anúncios

Um comentário sobre “Ensino da evolução, ônibus sustentáveis e espécies extintas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s